12 novembro 2016

PROJETO MAGALY FINA, PERDER PARA GANHAR


Somos um ser social por natureza, como nos veem afeta como sentimos - nos. Todavia isso não nos impede de ser quem somos, de aceitar-se, quanto mais seguras e autônomas melhor sabemos lhe dar com as pressões sofridas. E se for para mudar, que a mudança traga ganhos positivos. Vamos conhecer um pouco da história de Magaly Sousa que perdeu 40 quilos , e ganhou qualidade de vida.


Antes e depois de Magaly Sousa - Foto: Arquivo pessoal
Atitudes  de mudança devem partir de nós, não por imposições. Esse processo ocorre quando nossos conflitos intrapessoais ocasionados pelas interações pessoais começam a afetar-nos de forma mais expressiva. 

Foi o que aconteceu com Magaly Sousa, 38 anos, professora, de São Luís Maranhão, mãe de dois adolescentes, um de 17 anos e outro de 14, que viu seu corpo mudar drasticamente após o nascimento do seu segundo filho, ficando acima do peso e tendo que lhe dar com  a discriminação e constrangimento . Sobre o momento decisivo para sua iniciativa de entrar em um processo de emagrecimento, ela afirma:

"Estava cansada das pessoas me olharem e comentarem.  - Nossa bonitinha mais é gordinha...a gota d'agua foi no final do ano de 2013, queria ir para o réveillon com um look e não deu em mim devido eu ter engordado muito. Passei de 93 para 103kg em menos de um mês."
Magaly Sousa - Foto: Arquivo pessoal

Magaly  deu  incio ao projeto no dia 10 de fevereiro de 2014, pesando 103 quilos, com força de vontade e por conta própria, sem ajuda de nutricionista, e com execicio em casa, em menos de um ano perdeu mais de 20 quilos, em março de 2015 já havia perdido 25 quilos.

Em abril de 2015, através de uma amiga conheceu a noz da índia;  semente que ajuda na redução de peso pela eliminação dos acúmulos de gordura do corpo, no qual faz uso até hoje e recomenda . O  novo aliado resultou na perda de 12 quilos em apenas  24 dias, com  mais de um ano de uso perdeu ao todo 16 quilos, totalizando a perda total de 40 quilos.

O inicio, não foi nada fácil, tirou muita coisa da sua alimentação, e renunciou muitos momentos com os amigos e familiares, que não a apoiaram a principio, pois os mesmos já haviam presenciado várias outras tentativas frustadas de perda de peso, foi julgada louca e paranoica por alguns. O apoio veio de desconhecidos nas redes sociais,  e  pessoas de diferentes capitais do Brasil que estavam passando pelo mesmo processo, estes formaram um grupo no whatsApp , e assim trocavam experiências. 

Sobre a alimentação, muitas coisas foram cortadas e muitas renuncias foram feitas para não correr o risco de cair em tentação; "No inicio cortei   tudo, deixava de ir para festa, casamento aniversário... Justamente para não cair em tentação, por que todo começo é difícil". ( Magaly)

Sua dieta hoje não é tão radicalista, não usa arroz integral; isso desde o inicio do processo de emagrecimento por não ter conseguido adaptar-se - bebe muita água, alimenta-se de três em três horas, toma chás detox, tenta alimentar-se da forma mais saudável possível.

Magaly - Foto: Arquivo pessoal

Atualmente Magaly  que mede 1,70 está com 68 quilos,  e se diz satisfeita,  continua a fazer atividades físicas em casa.  Os finais de semana ela julga ser dela não se priva, sai com os filhos os amigos, come o que deseja, na segunda  volta para o que julga não ser uma dieta, mas uma reeducação alimentar.

 Magaly,  mesmo com as limitações financeiras, conseguiu o que almejava,  (não teve apoio de nutricionista, embora seja recomendável) Buscou orientação na internet e com pessoas que passaram ou estavam passando pelo mesmo processo. Conheceu pessoas novas, ganhou muitos seguidores que sensibilizaram-se com sua história, tornando-se digital influencer, ganhos julgados positivos ao longo de sua transição. O descontentamento foi a base da mudança, mas a força de vontade foi o que tornou - a possível. 

Ela sabe que estar mais magra, não a isenta de criticas, estas sempre existirão, agora seguem novas vertentes, por ela se expor, postar fotos de biquíni,  e homens que não respeitam, com cometários chulos, como "gostosa". Assim ela não mudou pelo o outro mais para si, do contrário teria que mudar o tempo todo.

Mas segura de si, o projeto se mantém, ela diz está amando ajudar outras mulheres, perdeu para ganhar, e agora com sua história ajuda a outras a conquistar a mesma façanha. Quem quiser acompanhar, ou conhecer mais sobre a linda Magaly, acesse suas redes sociais. 

facebook: Magaly Sousa
Instagran: @magalylora