25 setembro 2016

NEGRA (mulher)

Para Auridiane carvalho

Auridiane Carvalho - Foto: Hyago Kayann

Por Italo Ramon


Sentado sobre o chão gelado
eu recordava de teu olhar marcante
e do teu amor frágil e delicado
cultivado em grandioso coração:
O teu coração valente!
Mulher que luta
pela liberdade de ser quem é:
Mulher negra, brasileira, 
mulher guerreira...
Olhos grandes e negros que penetram 
e depositam em nós a sinceridade digna
e necessária para uma amizade
sólida e verdadeira.
Teu coração forte nutre a lida cotidiana,
teu amor frágil fortalece a luta diária.
A tua luta diária pela emancipação,
a nossa luta diária que repara teu coração.
Mulher que trabalha e cuida,
que dança e canta,
que estuda e sorri,
mulher que chora e encanta.
Mulher que sofre e enfrenta que não desiste e vence
as barreiras e sentenças.
Carrega no sorriso a bandeira da luta
e o orgulho estampado da batalha
enfrentada simplesmente por ser mulher.
Por ser negra, bela, formosa e decidida!
Exemplo para aquelas que buscam amores
e que combatem os pudores e as dores
da violência exercida pela vida.
Mulher com orgulho...

foto: Hyago Kayann

Italo Ramon de melo é letrologo, com uma criatividade peculiar para produzir. Com uso rebuscado das palavras, consegue transmitir singular lirismo em suas produções, vale apena conhecer seu trabalho que está em seus primeiros passos. Orgulho-me em ser mulher e orgulho-me em ter amigos tão talentosos como este. O poema é dedicado a mim, porém representa todas as mulheres que prezam a liberdade de ser quem é. Muito obrigada Italo!