24 novembro 2017

25 DE NOVEMBRO DIA MUNDIAL DA NÃO VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER


Em todo o mundo  mulheres são vitimas de violência, muitas justificadas por ordens culturais ou religiosas; abuso verbal, emocional,  físico, sexual. Seja qual for a sua forma, possui números alarmantes.

Foto: Christopher Campbell
A realidade das mulheres vitimas de violência é assustadora, com o objetivo de combater essa prática em 1999, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas instituiu 25 de novembro como o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, em homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, militantes conhecidas como Las Mariposas, que lutavam contra a ditadura de Rafael Leônidas Trujillo Molina, ex-presidente da República Dominicana. As irmãs foram presas juntamente com seu maridos, como a prisão causou forte comoção o ditador foi obrigado a liberta-las, mas por trás da ação havia um plano de assassina-las. 


Em 25 de novembro de 1960, as irmãs foram assassinadas na volta de uma visita a seus maridos na prisão. Vítimas de uma emboscada, foram levadas para um canavial e foram apunhaladas e estranguladas até a morte. Diante do martírio o povo dominicano resolve se somar na luta pelos ideais democráticos das Mariposas o que desencadeou um protestos em massa e contribuiu para a queda do regime de Trujillo em 1961.

Neste dia voltado para discussões em torno do assunto da não violência contra a mulher, nos questionamos sobre quantas mais deverão ser mortas, mutiladas, humilhadas para de fato haver ações de garantia de direitos? Quantas mais devem entrar na estatística? 

A ONU estima que, no mínimo, 5 mil mulheres são mortas por crimes de honra no mundo por ano. 

70% de todas as mulheres do planeta já sofreram ou sofrerão algum tipo de violência em, pelo menos, um momento de suas vidas — independente de nacionalidade, cultura, religião ou condição social (ONU).

Mais de 100 milhões de meninas poderão ser vítimas de casamentos forçados durante a próxima década, segundo estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Mais de 135 milhões de meninas e mulheres vivas já foram cortadas nos 29 países da África e Oriente Médio, onde a prática está concentrada. A ONU estima que até 2030 mais de 86 milhões de meninas ainda serão mutiladas. Em média, 6 mil mulheres por dia sofrem mutilação genital.


Já falamos aqui sobre a  lei do Feminicídio que define quais são as formas de punições para quem assassinar uma mulher assim como a  Lei 11.340/06 , conhecida como lei Maria da Penha. Mas sabemos que as alterações legais não inibiram a prática desse tipo de  violência no Brasil. A prevenção se faz necessário. Mas quando ocorre, a efetividade da lei precisa de fato acontecer os serviços essenciais devem atender as necessidades das mulheres e meninas, vale sempre lembrar que lei não é garantia de direitos. 

23 novembro 2017

LEVANTANDO A AUTOESTIMA: DICAS BÁSICAS DE MAQUIAGEM

Maquiar não deve ser obrigação e sim prazer, assim como tudo na vida. Esta é uma forma de arte, é como um artista ao pintar uma tela fazendo uso de tons, subtons, degradé, pincéis, cores...


Você não precisa ser uma profissional, e saber de todos os detalhes necessários para uma boa maquiagem, tão pouco  ter uma maleta cheia de itens para ficar bem produzida. Com batom, lápis e rímel, já conseguimos sair do básico e realçar o visual. Para quem gosta de uma pele com aspecto mais saudável e de corrigir imperfeições; base, corretivo, pó e blush não podem faltar. Vamos conhecer esses itens um pouco mais.


Lápis 


Dentro das suas variações, preto, branco e nude, pode ser usado na linha dágua ou rente aos cílios. Hoje o meu preferido é o lápis preto da Natura Una, sua aplicação é pratica desliza facilmente por ser suave e por ter toque aveludado , e ainda, possui cor intensa não borra facilmente, e o melhor, possui longa duração. O retrátil da linha MakeB de O Boticário e o Ultra Color da Avon, assemelham -se  mas perdem em qualidade ao que refere-se a duração.

Batom



Passar batom parece fácil, mas não é tão simples assim. Não tenho um preferido, porém os líquidos é uma ótima indicação, pela cor ser mais intensa, e ser de fácil aplicação pois com o próprio aplicador podemos fazer os contornos. Falando em contorno, esse é o segredo de um bom uso do batom. Desenhar a boca realça os lábios e deixa a maquiagem ainda mais bonita, com cores fortes como o vermelho e o vinho, esta  uma regra indispensável.

Rímel



No mercado existe vários tipos de rímel, para alongar e dar volume, mas o segredo de tudo esta na aplicação, construir camadas e fazer movimentos de zig zag é uma ótima dica. Já usei de muitas marcas, não tenho preferidas. Apenas não indico o da    Belle Angel que comprei  pela praticidade de ser dois em um: rímel e delineador,  mas que pude constatar que não vale o investimento, o produto não é bom, depois que seca craquela soltando pequenos fragmentos que estragam a maquiagem.

Base



A base tem a função de uniformizar o tom da pele, particularmente não gosto de bases com alta cobertura a maquiagem tem que ter o aspecto o mais natural possível achar o tom ideal para seu tom de pele e aplicar pequenas quantidades é uma ótima dica. Das que faço uso a da Ricosti é a que menos gosto sua cobertura deixa um aspecto muito artificial, a da Mary Kay é muito boa, uma das melhores, porém não é muito favorável para fotos.

Corretivo




O corretivo tem a função de cobrir falhas nas quais a base por si só não cobriria, como as indesejáveis olheiras. Hoje existe pigmentações com diferentes finalidades, os chamados corretivos camufladores, mas seu uso mais comum é para iluminar a maquiagem, os da Ruby Rose são os meus preferidos para esta finalidade, já para cobrir falhas este perde em qualidade. Atualmente nas correções uso a paleta da Playboy com 8 pigmentos uma dica para usar esta paleta é dissolver os corretivos com o demaquilante da Nívea caso contrário podem craquelar no rosto.



O pó tem a função de selar a base e o corretivo, o meu preferido é o pó solto translúcido da linha Skin Perfection da Eudora, depois que comecei a usa-lo não quis mais saber de outro. Mas deve-se ressaltar que devemos ter cuidado ao usar e ao escolher um pó translucido, na duvida é melhor escolher um que se aproxima do tom de sua pele.

Blush



O blush tem a função de dar um aspecto mais saudável a pele, a aplicação deve ser com pequenas quantidades e esfumando. Nunca esqueça que na maquiagem menos é mais. Na escolha do produto prefira os de efeito matte e suave, atualmente uso o trio de blush da linha Skin Perfection da Eudora,  que além de ter essas qualidades, conta com três tons que podem ser usados separados ou juntos. 


A maquiagem tem a função de realçar a beleza natural com pequenos truques. Esta é uma ótima aliadas para aumentar a autoestima da mulher; algumas mais radicalistas acreditam que é apenas mais uma forma de imposição social, idealizados pela mídia para estimular a indústria de cosmético. Já eu tenho a maquiagem como um acessório que confirma a personalidade e o estilo que queremos de acordo com a ocasião.

17 novembro 2017

MULHER DISSIMULADA E FATAL

 Descrita como aquela que usa seus dotes físicos e sexuais, para conseguir o que almeja sendo traiçoeira, ardilosa e oportunista. 


Em muitas situações a mulher é colocada como a perdição do homem capaz de destruí-lo de forma dissimulada e fatal. Este como todos os estereótipos em torno da figura feminina é bem antigo e ganha força tendo como base um preconceito muito comum; o de se achar que, a figura da mulher estaria diretamente associada ao pecado, seja pela narrativa do Gênesis, em que se tem Eva como aquela que induz Adão ( o primeiro e mais puro dos homens) a pecar, ou seja pelo corpo feminino, que poderia levar à luxúria.




O corpo feminino, com suas curvas e seios avantajados podem destruir famílias e levar um homem ao declínio, segundo o clichê da mulher dissimulada e fatal essa destruição esta relacionada a sexualidade. Resumindo a mulher leva a culpa do homem não conseguir, ou não querer controlar seus impulsos sexuais. 

Na concepção religiosa analisando a bíblia sagrada podemos tentar entender o conceito de mulher como símbolo de fraqueza humana. No livro de gêneses temos a narrativa da primeira mulher seduzida e persuadida pela serpente. A serpente escolhe a mulher julgado o elo fraco e não o homem, que por sua vez não foi fraco e sim foi induzido pelo poder demoníaco feminino.
A sensualidade e sexualidade da mulher deve ser reprimida a fim de preservar o homem, vitimado desde o pecado original. A bíblia que segundo a fé cristã foi escrita por Deus e os homens, trás varias passagens que colocam as mulheres nesta situação, ( essas com certeza foram as partes escritas pelos homens). Não quero aqui falar de religião e fé assuntos que julgo inquestionáveis, cada um deve vivê-la da forma que melhor lhe convém, mas é incontestável que muitos dos estereótipos voltados para a mulher ganham força no discurso religioso.

Toda pessoa, seja homem ou mulher, é dotada de diferentes facetas, estereotipar alguém limita o olhar sobre esse alguém e é desse ponto que surgem os preconceitos que limitam e oprimem. Há tanto preconceito entorno da imagem da mulher, que mesmo com todos os avanços e conquistas esta ainda é inferiorizada, mesmo que de forma velada. Este é apenas um em meio a tantos rótulos femininos que existem que surgem e ganham força através do tempo. 

15 outubro 2017

PREFIRA UM AMOR FEINHO

Perfeição é ilusório ser realista é uma necessidade quase que vital, só não é tão simples quanto respirar.


Diante das adversidades da vida nos torturamos e nos martirizamos de tal modo que ficamos atônicos por demasiado tempo. Estas situações são frutos, na maioria das vezes, de nossas inter-relações. Mas conviver é um mal necessário, é o que nos permite ser quem somos, é na convivência que somos moldados, e neste processo incluí a decepção, é nesses momentos que aprendemos lições importantes, o fato respalda a frase de efeito que diz que a "dor precisa ser sentida." 

A decepção é trivial, esta sempre relacionada as pessoas que amamos, nestas colocamos muitas expectativas e acabamos criando uma imagem que não existe . Embelezamos demais e deixamos de ver o feio.  Adélia Prado poetisa brasileira do século XX, trás esta percepção da realidade, com seu realismo que se destaca no poema   "Amor Feinho," que faz parte do seu livro de estreia Bagagem publicado em 1976.

AMOR FEINHO

Eu quero amor feinho.
Amor feinho não olha um pro outro.
Uma vez encontrado é igual fé,
não teologa mais.
Duro de forte o amor feinho é magro, doido por sexo
e filhos tem os quantos haja.
Tudo que não fala, faz.
Planta beijo de três cores ao redor da casa
e saudade roxa e branca,
da comum e da dobrada.
Amor feinho é bom porque não fica velho.
Cuida do essencial; o que brilha nos olhos é o que é:
eu sou homem você é mulher.
Amor feinho não tem ilusão,
o que ele tem é esperança:
eu quero um amor feinho.

(Adélia Prado)



Vale enfatizar que o feio que a autora coloca é o tolerável " feinho" o que explica a palavra no diminutivo, uma relação que inclua sofrimento e dor, é um sinal de alerta para abster-se de algum modo desta, caso contrário quanto mais feridos formos mais debilitados ficamos e mais dificuldade teremos para seguir em frente.

Hoje somos independentes, capazes de decidir a própria vida, seguras de si, no entanto quando se trata do amor somos vulneráveis. Querendo ou não dentro de nós existe uma mocinha romântica é preciso ser realista tal qual respalda o poema, já falamos sobre isso aqui no blog em  Prazer me chamo Alice, somos todas Alices!

 O amor é maravilhoso, porém não é perfeito, perceber o feio nos permite CUIDAR DO ESSENCIAL, manter relações sólidas, ou perceber se vale apena, pois o amor feinho não é aquele que lhe faz mal, com relacionamentos tóxicos, este é realista não vive de deslumbre. É PRECISO  ELUCIDAR  O AMOR, é  preciso perceber o feio, para saber aproveitar o belo e não se magoar tão constantemente.